O que são plugins para WordPress e como eles funcionam

Plugins para WordPress criam verdadeiras possibilidades para qualquer site. Saiba como eles funcionam e podem te ajudar.

  • 12 min de leitura
Foto de Lucas Tavares
plugins para wordpress

Se está começando agora sua caminhada dentro do universo WordPress, já deve ter ouvido inúmeras vezes que os plugins são um dos pontos fortes da plataforma. E é verdade. Mas você sabe realmente o que são plugins para WordPress e como eles funcionam?

Nesse artigo, abordaremos de maneira simples como funciona o ecossistema de extensões, como utilizá-las da maneira correta e o que são plugins para WordPress (sem utilizar de definições técnicas demais).

O que são plugins para WordPress?

Plugins para WordPress são ferramentas, extensões ou recursos extras desenvolvidas por programadores e empresas que adicionam novas funcionalidades ao seu site.

Eles podem usados para personalizar a aparência das suas páginas, melhorar o desempenho de um blog ou até mesmo mudar a estrutura de funcionamento dele, fazendo com que pareça uma rede social ou loja virtual, por exemplo.

É possível encontrar plugins para diversos objetivos, como coleta de e-mails, personalização do login, criação de formulários, dentre outros.

Uma outra forma de entender os plugins é imaginá-los como aplicativos para seu site. Assim como aumentamos as funcionalidades do nosso smartphone com aplicativos, aumentamos as funcionalidades do nosso site com os plugins.

Onde encontrar plugins para WordPress?

image

Os plugins podem ser encontrados, em sua maioria, no repositório oficial (ou biblioteca oficial, como também é chamada) do WordPress ou via desenvolvedores independentes, programadores que decidiram incluir novas funcionalidades para o sistema, sejam gratuitas ou não.

No caso dos plugins pagos, eles podem ser encontrados em lojas específicas para isso, como a CodeCanyon. É sempre importante adquirir plugins pagos diretamente do desenvolvedor ou em lojas de plugins confiáveis como esta citada anteriormente.

O que verificar antes de instalar um plugin para WordPress?

Antes de instalar um plugin, é importante realizar algumas verificações. A primeira delas é saber se a extensão é realmente compatível com a versão do WordPress que você está utilizando e se foi atualizado recentemente. Afinal de contas, se o plugin estiver desatualizado, as chances dele gerar problemas na sua instalação são altas.

Outra verificação recomendada é a de ler as avaliações de outros usuários. Assim, se consegue garantir que o plugin escolhido seja realmente confiável e atenda todas as suas necessidades. Infelizmente, boa parte desses comentários são em inglês, mas utilizar o recurso nativo de tradução do seu navegador pode ajudar.

image

Essas classificações e comentários podem ser vistos nas páginas oficiais de cada plugin.

Quais as vantagens de instalar plugins para WordPress?

Como dito anteriormente, os plugins são uma parte essencial do WordPress, e podem trazer vantagens absurdas para os usuários que querem melhorar a funcionalidade de seus sites sem nenhum conhecimento em programação, são elas:

Adição de novos recursos

A principal vantagem de instalar plugins é eles permitem a adição de novos recursos e funcionalidades ao seu site, como formulários de contato, integração com redes sociais, entre outros. Para praticamente todo problema que você tiver, há uma solução em forma de plugin e isso te poupa muito tempo ou até mesmo investimentos financeiros para situações específicas.

Mais segurança para seu site

Os plugins ajudam a melhorar a segurança do seu site, já vez que muitos deles são projetados para proteger suas páginas contra criminosos virtuais e outras ameaças. Existem inúmeros plugins de proteção e muitos deles agrupam vários recursos de segurança ao mesmo tempo, como o plugin All-In-One Security (AIOS) – Security and Firewall.

No caso desse plugin, há os seguintes recursos e muitos outros:

  • Ocultar a página de login dos bots: é possível configurar um URL personalizado para a página de login do 'Admin' do WordPress, tornando mais difícil a localização dos bots.
  • Alterar prefixo padrão wp_: o prefixo padrão das tabelas do banco de dados do WordPress é “wp_”, o problema é que isso gera margem para programas automatizados explorarem possíveis brechas, o plugin permite alterar isso para promover mais segurança.
  • Bloqueio de login: usuários externos que fazem várias tentativas de login podem ser bloqueados por um tempo configurado.
  • Verificação do robô: pensando na segurança adicional e até mesmo para evitar spam, é possível implementar soluções extras como Cloudflare Turnstile, Google reCAPTCHA, CAPTCHA matemático simples ou um honeypot nas páginas de registro.
  • Autenticação de dois fatores: onde é solicitado mais de uma senha ou confirmação mediante outro dispositivo.

Economia de dinheiro

Antigamente, se você quisesse que seu site capturasse e-mails, exibisse um pop-up ou divulgasse seu novo post automaticamente nas redes sociais, seria necessário contratar um programador freelancer ou uma equipe de desenvolvimento. Com os plugins do WordPress, basta procurar por plugins que façam o que deseja, instalar e utilizá-los para implementar as funcionalidades do seu site.

Claro, há alguns plugins que necessitam de investimento financeira, a maioria deles são bem mais avançados ou com funções bem mais completas que suas versões básicas. Ainda assim, tendem a ser mais baratas que um profissional da área.

Isso além de te poupar dinheiro, também te poupa tempo, já que não é necessário esperar o tempo de desenvolvimento do programador ou reuniões para discutir sobre a funcionalidade,

Quais as desvantagens de instalar plugins para WordPress?

Nem só de vantagens os plugins para WordPress são feitos. É necessário levar em consideração alguns pontos negativos também. Os principais são:

Desempenho

Cada plugin adicionado ao seu site pode aumentar o consumo do servidor e, consequentemente, o tempo de carregamento das páginas. Isso significa que lotar seu site de plugins pode também prejudicar o desempenho dele, tanto na velocidade de carregamento em si, quanto nas buscas, uma vez que sites lentos tendem a ser evitados pelo Google.

Por isso, fica a recomendação de só instalar plugins realmente necessários, algo que exige planejamento.

Insegurança

Muitos leitores podem pensar: “Ué, vocês não falaram que as vantagens dos plugins era deixar o site mais seguro? Como assim a insegurança é uma desvantagem?”. A questão é que plugins podem ficar desatualizados com o tempo. Se o responsável pelo plugin não atualizá-lo da forma correta, corrigindo bugs e resolvendo questões de segurança, ele pode se tornar um prato cheio de vulnerabilidades para criminosos virtuais.

Dessa forma, o ideal é utilizar apenas plugins frequentemente revisados e atualizados por seus criadores. Isso garante um melhor desempenho da extensão e uma maior segurança para suas páginas.

Outro ponto a ser citado sobre plugins desatualizados são a possibilidade deles se tornarem conflituosos com a versão atual do WordPress ou com outros plugins.

Incompatibilidade ou conflitos

Plugins do WordPress podem ser incompatíveis com a versão atual do WordPress (se não forem atualizados com frequência) ou com outros plugins, gerando erros severos no site, podendo inclusive tirar suas páginas do ar. Essas incompatibilidades e conflitos entre plugins podem, inclusive, acontecer com plugins de confiança e devidamente atualizados. O que fazer, então?

A resposta é mais simples do que se espera: verificar seu site regularmente. Embora essa incompatibilidade possa acontecer, não é tão frequente. Logo, basta instalar plugins de confiança e manter backups do seu site. Caso aconteça algum problema futuro, basta identificar o plugin que gerou o problema e utilizar a cópia de segurança do seu site.

Por que você não consegue instalar plugins no seu site WordPress?

image

O WordPress tem duas versões: WordPress.com (mostrado na imagem acima) e WordPress.org. O .org permite instalar qualquer plugin, mas o .com não oferece essa liberdade, tendo algumas limitações. Quando isso acontece, muitos usuários acham que estão cometendo algum erro que impede a instalação de plugins.

Nesse caso, há duas opções. A primeira é pagar por um plano mais vantajoso do WordPress.com ou começar a utilizar o WordPress.org.

Os plugins pagos são melhores que os gratuitos?

É difícil determinar se um plugin pago é melhor do que um gratuito devido à variedade de opções disponíveis. Sendo assim, é aconselhável procurar avaliações em sites (como o nosso), vídeos no YouTube ou avaliar todas as opções e descrição do plugin premium antes de decidir qual é o melhor para você.

Sem falar que o contexto define qual a melhor opção. Um grande exemplo disso é o Elementor, plugin criador de páginas, que em sua versão paga permite cabeçalho e rodapé definido em todas as páginas disponíveis no site. Se o usuário utiliza o plugin para criar um tema, por exemplo, essa função é imprescindível. Porém, se usa só para criar uma página de “obrigado” não seria necessário.

Há um limite de quantos plugins WordPress posso ter?

Embora não seja tecnicamente um limite, muitos plugins podem causar violações de segurança e problemas de desempenho no site, como carregamento lento. A recomendação mais vista na comunidade é de não ter mais de 20 plugins, principalmente se o site estiver em uma hospedagem compartilhada.

Ainda assim, 20 plugins não são uma meta. São um limite. Quanto menos, melhor.

O que são plugins nulled?

plugins e temas nulled

Nulled plugins são plugins para WordPress que foram alterados para remover a necessidade de uma licença válida. Em outras palavras, eles são versões ilegais (piratas) de plugins pagos que são normalmente disponibilizados para download em sites não oficiais (e com baixa confiabilidade e segurança).

Claro, parece tentador economizar muito dinheiro usando essas versões nulled. Principalmente porque o valor deles normalmente é em dólares e isso pode custar bastante na nossa moeda nacional. Porém, é importante lembrar que elas podem comprometer a segurança do seu site.

É comum esses plugins nulled possuírem malware ou código malicioso que pode ser usado para invadir seu site ou roubar informações dos seus visitantes.

Além disso, usar plugins nulled também significa que você não terá acesso a atualizações de segurança ou suporte técnico, o que pode ser crucial para manter seu site funcionando sem problemas. Qualquer problema ocorrido, terá que ser resolvido por conta própria, sem a ajuda dos desenvolvedores.

Como evitar problemas com plugins?

Para evitar problemas no WordPress com plugins, além de selecionar os plugins corretos, existem outras ações que podem ser tomadas para garantir que eles funcionem corretamente.

Utilize uma Hospedagem Confiável

Para evitar erros de plugin em um site WordPress, é fundamental escolher uma hospedagem de sites segura e de qualidade.

O provedor de hospedagem é importante para a segurança e desempenho do site. Pesquisas indicam que falhas de segurança nas contas de hospedagem e vírus em computadores locais são responsáveis por 41% dos ataques a sites WordPress.

Qual a melhor hospedagem para seu site, então? A Hostinger. Atualmente, é a empresa mais barata, de altíssima qualidade e renome no mercado. Seus planos começam a partir de R$13 por mês (absurdamente barato).

Se houver qualquer problema com seus plugins, o suporte 24 horas da Hostinger consegue resolver o seu problema e evitar que se tenha uma dor de cabeça imensa com tudo isso.

Repense o uso atual dos seus plugins

Pode ser que muitos dos seus plugins atuais não sejam mais necessários. Por isso, avalie quais realmente precisam ser mantidos e delete o restante. Assim, você evita lotar seu site de extensões desnecessárias que podem acabar provocando incompatibilidades e outros erros.

Como já explicado, ao manter apenas os plugins que são essenciais para o funcionamento do seu site, você também contribui para uma melhor performance do seu site.

Precisamos lembrar também que ter menos plugins instalados diminui as chances de vulnerabilidades de segurança, já que cada extensão pode representar um ponto de entrada para possíveis ataques.

Faça backups regulares

Gerar regularmente backups do site e fazer o download dos arquivos é importante para garantir a recuperação de dados em casos de vazamento ou brecha de segurança causados por um plugin problemático.

Fazer o backup de um site é importante porque cria uma cópia de todos os arquivos, informações e banco de dados contidos nele. Isso é essencial para garantir a segurança, já que cada novo plugin instalado aumenta o risco. É recomendado que a cópia seja armazenada em um local separado do servidor online que hospeda o site. Pode ser no seu computador ou em espaços em nuvem, como o Google Drive ou Dropbox.

Dependendo do plano de hospedagem, o backup pode ser manual ou automático. Na Hostinger, backups automáticos podem ser baixados pelo hPanel.

Atualize o WordPress e plugins com Frequência

Atualizar regularmente os plugins do site e o próprio sistema do WordPress reduz problemas de compatibilidade e funcionalidade, além de corrigir vulnerabilidades de segurança que foram identificadas previamente.

Porém, mesmo assim, o uso de backups é recomendado, uma vez que atualizações novas e seguras podem ser baixadas de maneira incompleta ou com código gerando erro sem que os desenvolvedores tenham notado.

Quais os melhores plugins para WordPress?

Nós já escrevemos vários guias sobre os melhores plugins para WordPress de diversas áreas, abaixo listamos todos eles:

Conclusão

Os plugins do WordPress são fundamentais para personalizar e expandir as funcionalidades de um site. Existem mais de 60 mil opções de plugins gratuitos disponíveis na internet (e claro, esse número continua aumentando).

Esperamos que este artigo tenha te ajudado a entender o que são plugins no WordPress e como eles funcionam. Porém, se tiver mais alguma dúvida, nos avise na seção de comentáriso que expandiremos o conteúdo.

Obrigado por ler até aqui. Um forte abraço!

-

-

-

-

*Consulte condições no site

Hopedagem com até

-70

+ 3 Meses Grátis